Você está visitando o Instituto Cultural da Dinamarca no Brasil.  Explore outros lugares no mundo onde também trabalhamos. Created with Sketch.
EN/PT-BR

Dinâmica Dinamarquesa

A Dinâmica Dinamarquesa é um projeto de incentivo que apresenta e divulga a cena musical do Extremo Norte da Europa para o público brasileiro. A iniciativa serve como ponte para que ocorram colaborações mútuas entre artistas dos dois países. Nos últimos anos, a Dinamarca tem revelado novos talentos, que representam uma grande variedade de estilos, que vão do jazz ao rock, passando pela música eletrônica, clássica e arte sonora.

O projeto Dinâmica Dinamarquesa começou em 2012, e tem apresentado em cima de 35 artistas dinamarqueses nas terras brasileiras, e três artistas Brasileiros em novas parcerias na Dinamarca.

 

Dando ênfase ao jazz, a arte sonora e à música eletrônica, a Dinâmica Dinamarquesa vai apoiar produtores locais na realização de eventos em Centros Culturais, festivais e casas de shows no Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Brasília.

 

A Dinâmica Dinamarquesa tem como parceiros principais em 2014 o Centro Cultural São Paulo, que é um dos principais polos de cultura e lazer na cidade de São Paulo e está sempre abrindo as portas para os artistas mostrarem seus trabalhos, o curador Batman Zavareze, idealizador do festival de performances audiovisuais conhecido como Multiplicidade, que ocorre no Rio de Janeiro, o Savassi Festival em Belo Horizonte, pioneiro na tradição jazzística que, ano após ano, se fortalece e o produtor Marcos Guzman, conhecido por eventos eletrônicos, especialmente o Green Sunset, em São Paulo.

 

Com uma projeção cada vez maior, jazzistas e artistas de música eletrônica e arte sonora da Dinamarca estão mostrando sua criatividade e originalidade ao redor do mundo. Várias bandas têm se apresentado regularmente em toda Europa, Ásia e agora na América do Sul.

 

Cantoras como Medina, Aura e Ida Corr já fazem bastante sucesso nos Estados Unidos, Reino Unido e na Alemanha. Artistas como Trentemøller, Thomas Knak, Efterklang e o guitarrista Jakob Bro viajam pelo mundo  produzindo música de altíssima qualidade. Da parte de arte sonora um nome que despertou interesse nos parceiros é Jakob Kierkegaard, cujo trabalho já esta sendo visto em vários países.

 

JakobBro_KarolinaZapolska_resize

 

Jacob+Kirkegaard+labyrinthitis_500

 

A Dinâmica Dinamarquesa surgiu em 2012 de uma colaboração entre o Instituto Cultural da Dinamarca e Rasmus Schack, com a participação de duas organizações de música na Dinamarca – Music Export Denmark (MXD) e JazzDanmark.

 

Em 2014, o foco se deslocou para também incluir o mundo musical da arte sonora e também para coproduções de artistas de diferentes linguagens. Assim entrou a instituição dinamarquesa SNYK, que vem desenvolvendo a arte sonora e música experimental no país escandinavo. Além do apoio financeiro do SNYK, JazzDanmark e MXD o projeto conta com um financiamento do Fundo de Cultura da Dinamarca.

Clara Valente & Guilherme Gautreaux (BR) se encontram Astro Buddha Agogo (DK)

A idéia para esta residência artística em setembro 2017 foi resultado da colaboração musical iniciada no ano passado (2016) pela cantora e compositora brasileira Clara Valente e pela banda instrumental dinamarquesa jazz/soul Astro Buddha Agogo, facilitada pelo Instituto Cultural Dinamarguês como parte do projeto Pontes Musicais. Entre os objetivos da residência foi, portanto, a continuação e evolução natural dessa colaboração.

 

Na sua primeira vez na Dinamarca, os artistas co-criaram um ambiente propício para compartilhar e combinar suas influências e composições musicais em algo fresco, único e intimamente pessoal para eles. Este encontro deu origem a um material original emocionante. Como artistas que compartilham um interesse pela World Music, ambos eram genuinamente abertos uns aos outros e curiosos sobre saber, entender e interagir com os gestos musicais uns dos outros. Essa abertura forjou a empatia necessária para a co-criação e expansão musical. Como uma continuação natural, para Clara Valente e Astro Buddha Agogo, sua segunda vez na Dinamarca juntos resultou em performances ao vivo e novas gravações durante a residência artística, incluindo a criação de uma nova canção, “Eu Não Amo Você”, link: www.youtube.com/watch?v=8f5Lm0LKIrw

 

 

Durante a primeira vez na Dinamarca, Clara e Guilherme também fizeram conexões com a cantora dinamarquesa de jazz/brazz /blues/soul Kira Martini, e todos desejam explorar esta nova colaboração.