Você está visitando o Instituto Cultural da Dinamarca no Brasil.  Explore outros lugares no mundo onde também trabalhamos. Created with Sketch.
EN/PT-BR
27 · 09 · 2019

Dia Europeu das Línguas 2019

Participantes do evento tiveram a oportunidade de participar de mini-aulas, de tentar falar diversos idiomas, além de aproveitar a programação cultural que atravessou o evento estacionário.

 

No sábado, dia 21/09, aconteceu mais uma edição do evento anual Dia Europeu das Línguas. A partir de 13h, o salão do Museu Nacional de Belas Artes (MNBA) encheu de pessoas curiosas e interessadas em saberem mais sobre os países, as culturas e, principalmente, as línguas dos países europeus representados pelos institutos presentes. O Instituto Cultural da Dinamarca não ficou de fora dessa.

No início da programação, o professor Ronni Kot Wenzell deu uma mini-aula de dinamarquês. Durante a aula, os alunos aprenderam um pouco de dinamarquês básico, como uma provinha das aulas de dinamarquês que oferecemos aqui no Instituto!

 

 

A organização do evento criou o conceito de ‘Speak Dating’, ao qual todas as instituições presentes aderiram. Tratou-se de uma proposta da criação de joguinhos de interação com os participantes do evento, para que eles pudessem experimentar com a língua nativa que cada instituição estava ali representando.


 

Na nossa mesa de ‘Speak Dating’, tivemos 2 voluntários em turnos, apresentando para cada interessado 3 comidas típicas dinamarquesas. A cada pessoa, foi ensinado a falar o nome daquelas comidas, assim como a pedir aquela comida, começando a frase com “Må jeg bede om”. A mesa ficou constantemente cheia, com muitos interessados em aprender a língua dinamarquesa.

Como parte da nossa programação cultural, realizamos uma apresentação intercultural com os dançarinos profissionais Hugo Oliveira, Iguinho Imperador e Marie Gumdrop. Os brasileiros e a dinamarquesa superaram as barreiras linguísticas e encontraram uma forma de trabalhar juntos, criando pontes entre os países e usando a dança como idioma comum: Dança como linguagem.

A apresentação em si consistiu de uma mistura de danças urbanas, principalmente o House e o Passinho, seguido de um debate sobre a razão por trás do trabalho deles, sobre a importância do intercâmbio entre artistas e sobre a relevância da cultura viva, que é constantemente recriada pelas pessoas engajadas.

 

Assista um pedaço da apresentação de dança clicando aqui!

Iguinho Imperador, Marie Paldrup e Hugo Oliveira

Durante o evento todo, uma faixa enorme ficou disposta no chão para os interessados escreverem suas mensagens de amor e apoio à comunidade LGBT. No dia seguinte, domingo, a faixa foi levada à Parada LGBT, na orla de Copacabana, pelo grupo de consulados do Rio de Janeiro.

No mais, o evento durou até 17h30, e foi um completo sucesso, com muita gente até o fechar dos portões.

 

Confira abaixo mais fotos do Dia Europeu das Línguas 2019!

Frente do Museu
Mini-aula com o professor Ronni Kot Wenzell
Voluntários da mesa de 'Speak Dating'
Hugo Oliveira
Iguinho Imperador
Marie Gumdrop